16.8.12

...Platão não contaria assim...


Era uma tarde veranesca de sol e o vento assoviava uma canção sem canteiros floridos de bem-me-quer. Era só uma lacuna espraiada de tempo que se perdia e se encontrava nas fases das marés.  
Pretensioso vira-latas desmemoriado, escava ao léu, faminto em ser premiado por um osso que foi deixado para trás, como quem vasculha o container de achados e perdidos de rodoviária – sem nenhuma esperança.
Sua atenção é tão traiçoeira, como ele próprio e se desvia para aquela imagem que dança na parede da gruta a beira mar. Inicia o que acredita ser uma festa de latidos, e os festins ricocheteiam de volta, em imagética sensualidade como consentimento para o início da dança do acasalamento.
A sua fome passa a ser a dos membros inferiores intumescidos, os únicos que verdadeiramente "pensam" ser saciados. Patas resfolegantes esfarofam a areia, enquanto o dia boceja despedindo-se e engolindo inteiramente o sol.
E então, como se anunciasse o milagre da noite, esganiçado silvo lhe invade a audição eriçando os pelos e recolhendo seus últimos vestígios de felicidade:
sobre sua cabeça num vôo rasante, enorme morcego singra em direção ao infinito – quem tudo quer, tudo perde?!?!?

Ah perdão...essa é a fábula da raposa e as uvas...enquanto não decide onde se "encaixar", o cão continua vagabundo e faminto!

6 comentários:

Joakim Antonio disse...

E seguimos com fome...


Gostei muito :)


Beijo e uma linda tarde e vida!

Rita Pacheco disse...

Gostei da parte : enquanto o dia boceja despedindo-se e engolindo inteiramente o sol.
Mas essa é a fábula sob tua escrita né Valéria?
Realmente, o cão continuará vagabundo e faminto ...rs
Bjs
RITA

Selma Jacob disse...

gostei muito viu? beijocas

Valéria Cruz disse...

Oi Rita!!!
De certa forma voce tem razão...a fabula é sim sobre minha escrita...rs
Bjão menina e obrigada pela participação.
V.

Valéria Cruz disse...

O Su!!!
Esse nem pedi ajuda aos universitários...rs
Bjão
V.

Valéria Cruz disse...

Oi Joaquim!
resgatei seu comentário do spam, não sei como foi parar lá...rs
Pois é moço, seguimos com fome...e isso se chama vida!
Bjão
V.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...Sobre Imagens...

Informo que algumas imagens utilizadas aqui, não são da minha autoria, tendo sido em sua maioria, provenientes do google imagens. Ficando assim, à disposição dos seus respectivos autores, solicitarem a retirada a qualquer momento.

Fiéis escudeiros! Fàilte!