1.6.12

...Interlúdio...


Estanquei o sangue que vertia dos olhos...
Agora são duas nuvens salpicadas pelas estrelas de marte...
Assoei o nariz e joguei fora o lenço...
A paz se instalou em mim, não mais precisarei de bandeiras...
Deitei as armaduras, sacudi a lama no riacho...
Uma desculpa a mais para mergulhar meus pés na água fresca...
Mudei o figurino, o corte de cabelo e o sorriso...
Guardei as jóias na caixinha de sândalo...
Pendurei o vestido de verão no último cabide do armário...
E junto com ele, todas as minhas esperanças de que um dia, eu possa usá-los novamente contigo!

2 comentários:

Fênix27 disse...

Olá!
Assimé,se refazer sentir um frescor da natureza,para se preparar para o futuro,uma nova esperança.
Muito lindo e fofo esse texto.
Cheguei aqui através de amigos,adorei e já estou a te seguir.
Felicidades no teu caminhar.
http://wwwavivarcel.blogspot.com.br

Valéria Cruz disse...

Seja bem vinda Fênix! Amigos dos meus amigos, são amigos meus também. Já estou a seguir-te também.
Um maravilhoso final de semana e uma caminhada produtiva.
Bjsss e sorrisos
V.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...Sobre Imagens...

Informo que algumas imagens utilizadas aqui, não são da minha autoria, tendo sido em sua maioria, provenientes do google imagens. Ficando assim, à disposição dos seus respectivos autores, solicitarem a retirada a qualquer momento.

Fiéis escudeiros! Fàilte!