12.1.14

...Transbordando...

De hoje em diante só assino em vermelho, tinta da paixão, da devastação e também a cor que extraí do calor produzido pelos corpos que ficaram esquecidos no fundo do armário.
De hoje em diante, só choro se for de êxtase. Ir à fundo em todas as superficialidades, mergulhar inteiramente nessas corredeiras sem destinos e voltar para casa enxuta, leve e descompromissada.
De hoje em diante, meus lábios só rubricarão sorrisos encarnados com os olhos bem abertos e o coração blindado. Minha alma se recusa a uma morte lenta, quer os exageros do início das paixões e os fins...sem fim.

Se um dia vamos transbordar, que seja de prazer!

3 comentários:

saborevida disse...

Tentei, escrever uma resposta extensa sobre este texto levei um tempo pensando , mas só cheguei a conclusão que é um dos mais sensuais que já li de toda tua safra.

Autêntica V. disse...

rsrsrsrs...foi um intenso ato de rebeldia, de uma pseudo tentativa de libertação...sensual? Não sei, mas a raiva também pode transmitir sensualidade não é mesmo?
Obrigada Messias, por ler-me com tanto carinho, sempre.
Bjão
V.

saborevida disse...

És como um vulcão ativo
em chama eterna
replete de canções
adornada de perfumes
uma rara essência
de cognição e instinto.

Beijos.

Ps. Uma sensualidade irada, crua, hemorrágica...chega!! Isso mexe com meus instintos rsrs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...Sobre Imagens...

Informo que algumas imagens utilizadas aqui, não são da minha autoria, tendo sido em sua maioria, provenientes do google imagens. Ficando assim, à disposição dos seus respectivos autores, solicitarem a retirada a qualquer momento.

Fiéis escudeiros! Fàilte!