26.10.13

...Semente...

Ainda vejo aqui nestas paredes a tinta do nosso suor. Azulejos delatores de felicidade e solidão sempre brilhantes como teu sorriso. Ainda escuto os teus passos percorrendo o pequeno espaço que nos apartava, como se pudesse reproduzir o roçar da tua barba na minha pele. São tantos dias inundados de noites insones e chuvas de verão com cheiro de eternidade. Passeio os olhos pelos vãos da tua ausência e o gato, atento e ciumento, espera o momento da minha distração para desenterrar do vaso a semente que plantei na esperança de que um dia flores desabrochem e eu possa novamente, me vestir e sair de casa. 

5 comentários:

saborevida disse...

Comentar o que? Tô morrendo de inveja do cara (rsrsrsrsr)

saborevida disse...

Eu imploraria aos deuses para esta noite nunca amanhecer

Autêntica V. disse...

A inveja nunca será um bom sentimento...mas desconfio que ele próprio sinta hoje inveja de si mesmo...

sabe vida disse...

As vezes decidir, continuar, tentar
são atitudes muito pesadas e sofridas para certas pessoas.

Autêntica V. disse...

Provável que a coragem tenha se despedido dele antes de nós...
Vai saber...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...Sobre Imagens...

Informo que algumas imagens utilizadas aqui, não são da minha autoria, tendo sido em sua maioria, provenientes do google imagens. Ficando assim, à disposição dos seus respectivos autores, solicitarem a retirada a qualquer momento.

Fiéis escudeiros! Fàilte!