24.9.12

...Rupestre...


Não ficarei aqui no canto roendo as pontas dos dedos alimentando a saudade...
Dou dois passos à frente do tempo...
E volto um...
Só para acompanhar o bailado das sílabas dispensadas por algum poeta cínico...
Gosto do som arrastado da pena quando sangra vivo o papel...
Carrega o gosto do som helicoidal do meu abismo...
Ecos de entrelace de vidas...
Contrariedades da minha índole mutante...
Escalam e arranham deixando vestígios nas paredes...
Com a urgência de quem sabe estar sorvendo o último lume do pavio...

8 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Estive aqui um pouco consigo lendo
os seus posts.
Desejo que esteja bem.
Bj.
Irene

Rita Pacheco disse...

Texto dramático e perfeito!
Adoro a forma que escreve!
Bjs
RITA

Valéria Cruz disse...

Oi Irene, desejo que estejas cada dia melhor!
Bjão
V.

Valéria Cruz disse...

Rindo aqui Rita...dizem que sou dramática por natureza e melancólica por opção...mas das duas coisas,não sei do que gosto mais em mim...rs
Bjão querida!
V.

Selma Maria disse...

Oiaaaa euzinha aqui...
e de joelhossssss....rs
agenda certinha agora.
e com meus zolinhos arregalados lendo tudico no teu blog.
Vc é abençoada!
Bjs

Valéria Cruz disse...

Óia eu aqui! Acabei de chegar de um jantar delicioso numa cantina linda e com amigos que não vejo a tempos!
Escute só, mandei no seu e-mail algo, vou ver se a Su aceita ilustrar, mas, é segredo tá?!?!
Bjão coisa rica.
V.

Rafael Castellar das Neves disse...

Fortes palavras, Valéria! Muito bem usadas...

[]s

Valéria Cruz disse...

Obrigada Rafael,
pela visita e pelo comentário. Seja sempre bem vindo.
Bjão
V.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...Sobre Imagens...

Informo que algumas imagens utilizadas aqui, não são da minha autoria, tendo sido em sua maioria, provenientes do google imagens. Ficando assim, à disposição dos seus respectivos autores, solicitarem a retirada a qualquer momento.

Fiéis escudeiros! Fàilte!