20.5.11

...A Viagem...


Estou frágil hoje, muito frágil!
Abri os olhos e disse: céus, ainda estou aqui!
Vivemos nossa vida com aquele “poder” de eternidade e nem nos damos conta de que temos apenas um “sopro” e a vida ligeira e implacável, quando bem entende vem e nos arrebata.
Não te pergunta sequer, se já concluiu aquele livro que estava escrevendo ou se agradeceu a todos que se dispuseram a te ajudar, ou mesmo, se disse a todos que ama: EU TE AMO...
Não quer saber que voce tem planos de reconciliar-se com seus desafetos: PERDOE-ME; nem que ainda não disse a quem te magoou: EU TE PERDOO...
É meus caros, vivemos a nossa pretensa eternidade, acreditando que teremos poderes mágicos para fazer desaparecer o nosso bilhete de partida, quando ele chegar pelo correio...
Mas hoje, quero deixar registrado aqui, que a pouco olhei a minha agenda e ela estava em branco, não havia nenhuma data marcada, logo, preciso me organizar para que quando chegue meu momento de partir, voces não tenham muito trabalho...olha, vou forrar a cama, deixar as gavetas arrumadas e tem pouca roupa suja no cesto...o que tem na geladeira, dá para ser dispensado facilmente!
Os documentos estão organizados, as jóias que possuía, já ofereci a quem de direito; os livros os discos, peguem o que quiser, o que sobrar, doem; as roupas, distribuam todas - alguém há de curtir os meus gorrinhos...
O dinheiro no banco dá para organizar uma boa despedida: a família sabe, não quero velório, só ser cremada na intimidade familiar e depois, comunicar aos amigos a minha partida, sem muitos alardes, como sempre gostei...as cinzas, serão espalhadas na curva do vento no Canto do Sol, quem me conhece sabe onde...
Não quero que pensem que estou num momento pessimista, ou até macabro, mas como boa capricorniana que sou, não poderia deixar de refletir sobre a minha última partida.
Saibam que partirei tranquila, plantei árvores, me multipliquei - eu vi meu neto! Quantas pessoas não tem essa alegria-, escrevo diariamente meu livro, sem borracha! Não tenho arrependimentos...meus erros são os moldes dos meus acertos...
Ainda estou aqui, malas prontas, na certeza que breve ou distante, um dia, como todos, partirei...

(*) Minha homenagem a amiga virtual*(sala 40), que essa semana fez seu embarque...Boa viagem querida!

10 comentários:

Selma Jacob disse...

A viagem é a única certeza que temos, quanto ao dia do início dessa nova viagem nunca saberemos, pois afinal, é preciso ter a bagagem necessária para essa viagem. Quanto se organizar mais, é apenas um detalhe, uns serão mais, outros menos organizados. Mas digo que a chegada será trinunfal.
beijos

Adriana disse...

Mo,fiz questão de entrar e ler,sabia que vc postaria algo lindo embora triste.

De certa forma,uma despedida...vc emociona.

A viagem tem que ser feita,não temos saída...e já que temos que partir um dia,que seja "sem mágoas no coração".


Te gosto pra carvalho..se cuida!

Beijo da Cre

Miguel Eduardo Gonçalves disse...

O inexorável do tempo que escoa célere! Nada o detém, nem a crença de que do lado de lá estaremos bem... Mas, organizar-se, como que num desapego premeditado das coisas, para nos situarmos esclusivamente em nós mesmos, dentro da nossa pequenez de grão de areia no universo, acho válido, e eficaz, ao menos a quem de fato consiga o feito. Muito boa leitura, faz pensar. Bjs-

Miguel Eduardo Gonçalves disse...

Leia-se: -exclusivamente-

V.Cruz disse...

É Selminha, o problema todo é a bagagem...mas, vamos lá...
Creeee...também de gosto de montão, e quem é esse tal de Carvalho???rs
Miguel querido, obrigada por vir compartilhar minhas reflexões...hoje to meio assim, asim, mas logo , logo me "endireito"...
Afetos e cheirinhos a todos

Evaldo disse...

Não sei te falar da partida, nessa hora de sentimento apertado, mas posso te falar do agora que te leio.
A tua carta (postagem) é a tua presença, e, nela há um coração que lamenta, questiona a ausência. Que sabe sentir, viver cada momento. É o bastante para agradecer-te o convívio, virtual, porém, mais real do que se imagina.
A amiga que foi certamente encontrará na bagagem o conforto da tua lembrança.
Abs.

Anônimo disse...

"PENSE EM MIM...se vc me ama, não chore. Se vc conhecesse o mistério insondável do céu onde me encontro... Se vc pudesse ver e sentir o que eu sinto e vejo nesses horizontes sem fim, e nesta luz que tudo alcança e penetra, voce jamais choraria por mim. Estou agora absorvida pelo encanto de Deus, plas suas expressoes de infinita beleza. Em confronto com esta nova vida as coisas do tempo passado, são pequenas e insignificantes. Conservo ainda todo meu afeto por você e uma ternura que jamais lhe pude, em verdade revelar. Amamo-nos ternamente em vida, mas tudo era então muito fugaz e limitado. Pense em mim assim: nas suas lutas pense nesta maravilhosa morada onde nao existe a morte e onde juntos, viveremos no enlevo mais puro e mais intenso, junto à fonte inesgotável da alegria e do amor.
Se vc verdadeiramente me ama, não chore por mim.
"EU ESTOU EM PAZ".

João Marcelo (.Lørd.. - sala 40

Anônimo disse...

ORAÇÃO DE SANTO AGOSTINHO
A morte não é nada.
Apenas passei ao outro mundo.
Eu sou eu. Tu és tu.
O que fomos um para o outro ainda o somos.
Dá-me o nome que sempre me deste.
Fala-me como sempre me falaste.
Não mudes o tom a um triste ou solene.
Continua rindo com aquilo que nos fazia rir juntos.
Reza, sorri, pensa em mim, reza comigo.
Que o meu nome se pronuncie em casa
como sempre se pronunciou.
Sem nenhuma ênfase, sem rosto de sombra.

A vida continua significando o que significou:
continua sendo o que era.
O cordão de união não se quebrou.
Porque eu estaria fora de teus pensamentos,
apenas porque estou fora de tua vista?
Não estou longe,
Somente estou do outro lado do caminho.
Já verás, tudo está bem.
Redescobrirás o meu coração,
e nele redescobrirás a ternura mais pura.
Seca tuas lágrimas e se me amas,
não chores mais.

Luciana - (©ø®åçãø Vå£ëñ†ë(M) sala 27.

Isabel disse...

Lindo, lindo, lindo .... Sabe que sempre me surpreendo com o que leio de vc .. mesmo com este tema tão divergente entre as pessoas.Esta oração de Sto agostinho é pra mim perfeita no que se refere a nossa "Viagem"... A que esta acima do amigo Anonimo é de Francisco Xavier que tb acho belíssima...
Mas vc disse tão bem o que sentimos sobre deixarmos nosso corpo físico,sem aviso, sem deixar nada no lugar, sem poder terminar o que nem mesmo começamos ..e na maioria das vezes apenas por medo, por orgulho, por qqer sentimento que com toda certeza nos acomnpanhará além - tumulo... porque é somente estes sentimentos, bons ou não que iremos levar.. na hora marcada ..não teremos tempo de arrumar as malas dos sentimentos.. e eles irão conosco, arrumados ou em desordem.. o bom mesmo em tudo isso .. é deixar a agenda com o menor nº de compromissos pendentes..dizendo sim .. Eu Te AMO, ME PERDOA, TE PERDOO...
beijo minha linda Muchila.. amo vc ..
.
.
.
.
......°¬°¬° Again (m) ....Isabel**

Eu(m)-int.SP disse...

O que dizer sobre a homenagem a nossa amiga comum? Que era uma mulher forte e guerreira e ao mesmo tempo dócil e companheira? Todos temos nosso tempo aqui, até que o PAI liberte nosso espírito do corpo, para nos levar aos braços DELE. O que deixamos aqui? O que nossa querida amiga deixou: sentimentos, lembrañças, saudade. Só tenho a dizer que foi uma honra poder ter partilhado de momentos com a nossa amiga, que sempre soube o que era amar, dispensando um amor verdadeiro, que nunca preendeu, ao contrário, sempre ajudou, ensinou, libertou, respeitou e acolheu.
Te amo querida e peço ao nosso Deus que a receba em seus braços até o nosso reencontro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...Sobre Imagens...

Informo que algumas imagens utilizadas aqui, não são da minha autoria, tendo sido em sua maioria, provenientes do google imagens. Ficando assim, à disposição dos seus respectivos autores, solicitarem a retirada a qualquer momento.

Fiéis escudeiros! Fàilte!