24.3.11

...Abismo D'Alma...

(Mucha, A.)

Do beiral
Serrada névoa
Dissolvendo ao sabor do Vento
Entronada Lua no Horizonte
Divisando os despojos carcomidos pelo Tempo
Fleuma n’Alma em Silencio
Longinquo uivo lascinante
Rasgado Instante
Braços abertos num abraço
Faz-se o Infinito

3 comentários:

Anônimo disse...

Fico impressionado com a tua capacidade de transformar uma frase em poesia.
Boa tarde abismo de mistérios, fascinante mulher.
Um Beijo.
Eu

Selma Jacob disse...

Perfeita definição do quadro do Mucha.
Beijos

V.Cruz disse...

Eiii...finalmente cheguei em casa...ufaaaaa...
Coisa linda! Já estou aqui...rs
Amiga, viu q lindo esse quadro? Me lembrou o Grito de Munch...
Bjsssssssssssss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...Sobre Imagens...

Informo que algumas imagens utilizadas aqui, não são da minha autoria, tendo sido em sua maioria, provenientes do google imagens. Ficando assim, à disposição dos seus respectivos autores, solicitarem a retirada a qualquer momento.

Fiéis escudeiros! Fàilte!